XP legalizada

Após ser acusada, com razão, pelos concorrentes de prestar garantia firme em operações de mercados de capitais com recursos de terceiros, o que é crime em todo o planeta, inclusive no Brasil, a XP finalmente decidiu regularizar sua situação e se transformar em banco. Com a transformação digital e os baixos juros, a XP chega tarde em um setor onde ser banco significa ser alvo preferencial dos reguladores. Prejuízos milionários de investidores como os gerados pela XP em uma operação para a incorporadora Esser não serão mais tratados pelo Banco Central e CVM com a mesma complacência daqui para frente para a ex-corretora.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: