Febre Agrícola

Quando se trata da China tudo é superlativo, para o bem e para o mal. Com o surgimento da praga do coronavírus em um cenário econômico ainda não completamente apaziguado de “birras” comerciais entre aquele país e os EUA, espera-se um prejuízo colossal no segmento agropecuário brasileiro de cerca de U$5,1 bilhões a menos em vendas de produtos do campo. Só no caso da soja, que será afetado, o Brasil exporta 80% para o país asiático; e vem caindo gradativamente o preço das commodities nas bolsas internacionais. Agora, com a China no epicentro da doença, abalando toda a sua economia interna, o tabuleiro das negociações externas vai piorar. Febre alta na economia brasileira.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: