E rezas necessárias

A Bahia de cerca de 15 milhões de habitantes, uma das primeiras a entrar em estado de emergência, fechou escolas e comércio, abriu hospitais novos e abandonados, adquiriu centenas de respiradouros e leitos, ampliou testes no Laboratório Central, inaugurou 16 UPAS no interior, e diversas outras ações administrativas, com ou sem o sinal verde do governo federal. Resultado: o estado registra 104 casos de infectados pelo vírus, já descartou quase 1.000 exames em dúvidas para a doença, não registra nenhum óbito (até o fechamento desse blog) e, desde ontem, a mídia informa altas de pacientes tratados e já liberados. Da mesma forma que todo baiano gosta de apreciar um bom acarajé, a religiosidade sempre se faz presente em suas mentes, apelando-se pra o santo de preferência sempre que a coisa aperta. Parece que vem dando certo o rogo ao Nosso Senhor do Bonfim, o protetor da Boa Terra.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: