OAB contra Moro

Pasmem, em resposta à consulta do ministro Celso de Mello sobre o teor da divulgação do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, a OAB agora ficou do lado de Bolsonaro. Sua resposta foi alinhada com os termos da AGU pela divulgação editada do conteúdo. Só mesmo o trauma da OAB desmascarada pela Lava Jato para vermos essa entidade se posicionar pela censura e não pela transparência. Desfaçatez só prejudica Sérgio Moro e o Brasil.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: