Conselho de Medicina da Bahia foi abduzido por bolsonaristas

Já vai longe o tempo em que a medicina baiana podia contar com a entidade médica essencialmente voltada para o apoio integral da categoria e, principalmente, dispondo de um tribunal isento e respeitado entre todos. Nos dias atuais, tomado por ativistas idólatras do bolsonarismo, o CREMEB deixou de lado o Código de Ética Médica que se obriga a defender, e passou a fazer uso das mídias sociais, de forma desregulada, como ferramenta de propaganda ideológica dos seus dirigentes. O constrangimento é tanto entre os médicos da Bahia, que cresce a dúvida se o CREMEB é sindicato, partido político ou tribunal.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: