Contra urnas em outubro

Com um argumento muito incisivo a favor do adiamento das eleições municipais para 2021, a Confederação Nacional dos Municípios quer um pouco mais de tempo de mandato para os atuais prefeitos em todo o Brasil. A justificativa usada é ameaçadora “Quem assumirá a responsabilização pela saúde e pelas vidas durante e pós processo eleitoral?”. A CNM arremata a reivindicação propondo que a dinheirama de R$2 bilhões estocada no Fundo Partidário seja investida, exclusivamente, no combate ao novo coronavírus em todo o país.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: