Togas iradas

A votação no STF aprovando a continuidade do julgamento das fake news mostrou alguns ministros muito mais exaltados do que o costume. Na oratória para declinar os votos, além das argumentações jurídicas, ficou flagrante a ira dos juízes com os conteúdos das postagens e mensagens direcionadas ao Supremo Tribunal Federal, mas, principalmente, as ameaças contra seus familiares. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: