O governo da Bahia saiu na frente do Brasil ao reconhecer a Sputnik V

Justiça seja feita: A realidade próxima da vacina russa Sputnik V entre nós, tem início na aposta da Bahia muitos meses atrás. Partiu do governador Rui Costa e do seu secretário da saúde, Fábio Vilas-Boas, as primeiras tratativas para a celebração de um acordo comercial entre o estado nordestino e o Fundo Soberano Russo. Agora, finalmente, com a aquiescência da Anvisa, outros governadores, OAB, parlamentares de diversos partidos, e até mesmo o Ministério da Saúde se juntam sobre a necessidade imperiosa da importação de grandes quantidades – e de forma rápida – do imunizante russo. Vilas-Boas, que sempre garantiu que a Sputnik V poderia ser a vacina que salvaria o Brasil, está exultante: “Temos a informação dos russos sobre a possibilidade de comercialização, em tempo recorde, de até 150 milhões de doses da Sputnik V para o nosso país”.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: