Técnicos da máquina federal criticam oficiais do Exército tanto aposentados como da ativa como incompetentes

Os funcionários públicos federais de Brasília estão apavorados com a falta de qualificação de capitães e coronéis da ativa e reserva do Exército que estão sendo jogados na máquina federal. Só no Ministério da Saúde são vinte. Ficam pelos corredores, já que nada entendem, e o titular da pasta, o general Eduardo Pazuello, também é um neófito em questão de saúde brasileira. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: