Justiça espanhola surpresa com lentidão da FAB e da Justiça Militar do Brasil

A Justiça espanhola não entende porque até agora, depois de quatro anos, nem a Força Aérea brasileira, muito menos a Justiça Militar do Brasil não avançaram nas investigações que apuram integrantes militares na condução de cocaína em aviões presidenciais. Até agora, só o sargento Manuel Rodrigues que está sendo punido, já que foi preso em território espanhol e condenado a 4 anos. O fato é profundamente lamentável para o Brasil, já que reúne uma das suas três forças armadas. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: