Fora da realidade

Porto Seguro, no sul da Bahia, vive uma realidade de dupla face. Sua secretária da saúde, e musa da cloroquina, Raíssa Soares continua a defender, publicamente, a aplicação do tratamento precoce com uso do kit-covid. O seu guru nacional é o presidente Bolsonaro, e o chefe local é o prefeito Jânio Natal, encorajador de festas e eventos de fim de ano em sua cidade turística, e que chegou a registrar um congestionamento de jatinhos de visitantes no aeroporto local. Natal é opositor ferrenho das recomendações das autoridades estaduais de saúde tentando evitar o aumento de contágios. Porto Seguro, agora, amarga uma das mais altas médias de novos casos covid e um alto índice de ocupação de leitos em sua região. É sempre assim: quem paga o pato é o povo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: