Faroeste indo a fundo III

No cruzamento dessas duas frentes de apuração, eis que surge um ponto de convergência: a relação, dizem nebulosa, entre Antônio Andrade Jr. e James Correia. Muito já se comentou que a parceria pouco republicana de ambos teria tido início a partir dos incentivos fiscais dados pela Secretaria de Indústria e Comércio quando James era o gestor da pasta, quando, em contrapartida, a Andrade Mendonça era “obrigada” a ser contratada para execução das obras privadas das empresas recebedoras dos incentivos. O ponto de convergência que interessa a Faroeste, contudo, é a dupla ter praticamente dado as fichas nas licitações para obras de construção e reforma de prédios do TJ-BA.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: