Apresentando a conta

O governo Bolsonaro está completamente equivocado em achar que pode “engabelar” o mundo civilizado e totalmente voltado para as questões ambientais e direitos humanos em todo o planeta. Mesmo escondendo da mídia e dos eventos importantes seus ministros do Meio Ambiente e das Relações Exteriores – Ricardo Salles e Ernesto Araújo respectivamente – pouco vem adiantando essa estratégia política. Agora mesmo, o maior fundo soberano do mundo – o Fundo de Pensão do governo da Noruega – que não caiu na estratégia faz-de-contas do governo, já reduziu em US$ 2,8 bilhões seus investimentos no Brasil. Resultado: 151 empresas nacionais como bancos, aéreas, transporte, saneamento e varejo ficaram chupando dedo. E os recursos externos vão continuar diminuindo até que o Brasil reveja suas políticas desastrosas nas áreas ambientais e de direitos humanos.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: