Ciro sobe o tom e volta a atacar a família Bolsonaro

Mesmo com inquérito na Polícia Federal aberto por acusações anteriores, o ex-ministro Ciro Gomes, no último final de semana, foi taxativo: “Se gritar pega ladrão, não fica um”. Isso se referindo à família Bolsonaro, quer dizer, às três ex-mulheres, à atual e a quatro filhos. Como virou moda, Bolsonaro pode enquadrá-lo na lei de segurança nacional, que ninguém está levando a sério. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: