Record, Bandeirantes e SBT nem o governo segura

Mesmo com apoio financeiro do governo Bolsonaro com verbas oficiais, as redes Record Bandeirantes e SBT estão no vermelho. A Record vive dos óbulos que a Igreja Universal do Reino de Deus arrecada junto ao seu público. Silvio Santos sofreu um baque também nos seus outros empreendimentos como o Baú da Felicidade e não fatura mais do que faturava antigamente. E o grupo Bandeirantes tem procurado associações internacionais principalmente na China, mesmo assim está no vermelho também. Detalhe: o grupo Globo continua sendo o maior do país.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: