A história da Bahia recomenda cautela

Quando o Congresso Nacional discute o orçamento da União e a classe política está insistindo em absurdas emendas, um dos mais antigos senadores da Casa alertou: foi nesse tipo de acerto com emendas genéricas que o finado deputado federal da Bahia, João Alves, que pertencia ao antigo PFL, fez a festa em 1990. Foi o maior escândalo a que o país assistiu. A Bahia perdeu nesse episódio figuras de destaque da política, como o próprio João Alves que, sem nunca ir ao município de Serra Dourada, distribuiu emendas aos prefeitos da região e acabou sendo punido levando com ele o deputado federal Genebaldo Corrêa e até o presidente da Câmara, o deputado Ibsen Pinheiro. Realmente o episódio pode se repetir. A classe política brasileira não toma vergonha. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: