Está chegando o tal “dia D na hora H” de Pazuello II

Se o general Eduardo Pazuello mantiver o conceito de que alguém deve mandá-lo pra que ele obedeça… como ocorreu no episódio “um faz o outro obedece” ao lado de Bolsonaro, está errando feio nessa estratégia de adiamento da sua presença na CPI da Covid. Quem deu essa ideia para ele não sabe nada de estratégia de marketing, pois daqui a duas semanas já teremos conhecimento de uma penca de vacilos e pecados cometidos na gestão do general no Ministério da Saúde. E pior pra ele, já poderão ser desnudas no roteiro de perguntas da CPI. No dia 19 de maio, o pobre general de duas estrelas vai ser alvejado por dezenas de perguntas “cabeludas” na extenuante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a COVID-19. A hora H do dia D tem tudo para ser uma fragorosa derrota do general.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: