Questões de responsabilidades

Desde o início da pandemia no Brasil, dois pontos ficaram muito nítidos: o negacionismo quanto à gravidade da Covid-19 por parte do presidente Bolsonaro, e a lerdeza funcional da Anvisa, o órgão federal de Vigilância Sanitária, frente ao perigo da evolução rápida de uma contaminação viral por aqui. O ritmo de ambos permaneceu imutável, mesmo a covid avançando rapidamente em nosso país. Bolsonaro apostando em beberagens pseudo-milagrosas e reclamando sobre o uso de máscaras… além de muito xingamento a tudo e a todos. Já a Anvisa “fechou-se em copas”, atuando como repartição pública – lerda, burocrática e soberba – e desatenta à urgência de avaliações e atitudes que gestores estaduais e população ansiavam.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: