Witzel detonou os milicianos

A ida, ontem, do ex-governador Wilson Witzel à CPI da Covid tinha um propósito e ele conseguiu mostrar a ligação da família Bolsonaro com os milicianos no Rio, inclusive no processo da Covid. Como o Rio possui a maior rede de hospitais do país, quem manda é o governo federal, que colocou os milicianos a serviço da família Bolsonaro. Vai dar uma grave crise quando a CPI da Covid convocar as empresas milicianas que atuaram nos hospitais cariocas. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: