Sem crédito e sem luz

Há mais de duas semanas, um dos maiores centros comerciais do Triângulo Mineiro está sem luz. Os mais de cem lojistas e seus mais de mil empregados estão desesperados. Controlado pela família Rossi, o Praça Uberaba Shopping teve sua luz cortada pela Cemig após acumular mais de R$4 milhões em contas atrasadas. Apesar da intervenção da prefeita de Uberaba e do governador de Minas, que conseguiram parcelar as contas atrasadas em 60 meses, a família de Edmundo Rossi ainda não conseguiu dinheiro nem crédito para bancar a entrada de 10% exigida pela Cemig. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: