Pacto de não agressão

João Roma, atual Ministro da Cidadania do PR Jair Bolsonaro, estaria disposto a manter sua candidatura a governador da Bahia, dentre outros motivos, porque não poderá sofrer ataques baixos de Acm Neto, de quem foi Chefe de Gabinete na prefeitura de Salvador. De personalidade forte, o pernambucano já teria munição para ser usada em contra-ataque. Foi na época que esteve à frente do gabinete de Neto, que se iniciaram as conversas para se chegar a um acordo milionário em demanda judicial proposta por empresas de transporte público municipal, hoje sob a advocacia, coincidentemente, de Sílvio Pinheiro, integrante do trio de confiança do ex-prefeito. Os valores em negociação ultrapassam a casa dos 100 milhões de reais.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: