Psicólogo às avessas I

Antônio Carlos Magalhães, Acm, com quem este escriba tinha uma relação de respeito e admiração, era um homem com defeitos, porém com inúmeras virtudes. Uma dessas brilhantes qualidades era ser mestre em identificar entre seus amigos e aliados políticos, o que satisfazia cada um. Alguns gostavam de elogios e afagos, uns sentiam prazer com cargos públicos para seus parentes, e outros eram bem tratados com dinheiro, lícito é claro, votos e vida social. E assim “Tonho Carlos”, como lhe chamava carinhosamente o Presidente Sarney, com o passar dos anos, se tornaria um astro da psicologia humana na política brasileira. Acm Neto, o genérico, não consegue fazer essa análise da mente humana, tratando todos que o cercam com frieza e da mesma maneira. Por isso que nunca alçará voos altíssimos como os de Luís Eduardo Magalhães e Antonio Carlos Magalhães, que chegaram à Presidência da Câmara dos Deputados, à Presidência do Senado e ao cargo de Ministro da República, este último já alcançado por sua cria e hoje seu principal concorrente, o deputado federal João Roma, logo no primeiro mandato parlamentar em Brasília. A criatura ultrapassou o criador e isso tem incomodado demais o Acm Neto.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: