Governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, fatura prisão do triplo assassino que revoltou o país

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, sempre comandou as polícias civil e militar de São Paulo. Quando assumiu, mudou os dois comandos e esta semana colhe o resultado extraordinário. Foi preso o cruel assassino Paulo Cupertino e o grito de guerra dos policiais paulistas era “muda de São Paulo”. Não vai ficar um. O lamentável é que o cruel assassino de um jovem e dos pais ainda sorriu ao ser preso e teve cobertura durante três anos em que ficou foragido.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: