Fachin dá o troco. Mais de cem autoridades internacionais vêm ao Brasil acompanhar o pleito

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Edson Fachin, afirmou que a Corte pretende trazer mais de cem observadores internacionais para acompanhar as eleições de outubro. O ministro também anunciou a criação de uma rede para garantir a vinda ao Brasil de representantes da União Europeia. Bolsonaro e os generais de pijama estão furiosos. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: