Bolsonaro procurou e encontrou

Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Itália e até agora Alemanha são cinco potências mundiais que repudiam os ataques do presidente Jair Bolsonaro ao sistema eleitoral brasileiro. Agora, em sabatina no Congresso norte-americano, Elisabeth Bagley, indicada pelo presidente Joe Biden para ser embaixadora dos Estados Unidos em Brasília, minimiza o risco de turbulência em outubro e cita confiança nas instituições democráticas no Brasil. Brasilianistas avaliam que é um aviso dos Estados Unidos de que não vão aceitar interferência de Bolsonaro e seus generais de pijama nas eleições. Aliás, a CIA já disse que vai acompanhar de lupa toda a eleição brasileira. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: