Na política elas são discriminadas

É na política que elas encontram as maiores barreiras. A representação feminina no Congresso não reflete a importância das mulheres na sociedade. Elas são 52,5% dos eleitores, mas têm apenas 15% das vagas do parlamento brasileiro. Das 513 cadeiras da Câmara, 77 são ocupadas por deputadas. E o Senado possui apenas 12 mulheres eleitas entre as 81 vagas disponíveis. Segundo o estudo, de 2020, da ONU e da União Interparlamentar (UIP), o Brasil ocupa o 140.º lugar no ranking de representação feminina. Desse modo, fica à frente apenas de Belize (169.º) e Haiti (186.º) nas Américas.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: