Desespero II

O desespero não é só de Bolsonaro. É de Michelle também. Ela teme que ao se expor numa campanha acirrada como essa de 2022, seu passado venha atormentá-la ainda mais. Mãe estelionatária, avó traficante, tio miliciano e condenado por grilagem e outro preso por estupro. De quebra, ela era caixa dois do marido no caso das rachadinhas. Com um passado desses é arriscado botar a cara a tapa. Sem mencionar o que deu o que falar nas redes sociais sobre seu suposto affair com o ex-ministro Osmar Terra. Michelle chegou ao Congresso Nacional pela porta dos fundos, literalmente. Não é funcionária concursada, mas sempre foi agraciada com bons salários, especialmente em lideranças partidárias, como a do PP, onde conheceu o atual mandatário. Sua áurea de cristã abençoada é como um castelo cartas. Pode ruir a qualquer momento. Arriscaria?

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: