Na Bahia, os Magalhães perdem no setor de comunicações

É sabido que o jornal Correio da Bahia, que tem como proprietários ACM Jr., seu filho ACM Neto e uma filha, atravessa um momento muito crítico. Não fossem as verbas da prefeitura de Salvador, já tinha fechado as portas. Aliás, desde a sua fundação, no tempo de ACM, o velho, O Correio vivia de verbas do estado, da prefeitura e de alguns amigos do velho cacique. Agora, ACM Neto, em 8 anos, e o seu “poste” Bruno Reis mantém o jornal em atividade como sempre para caluniar ou espalhar fake news.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: