Dificilmente terá tempo

Haddad, que até mudou de personalidade nos programas eleitorais, com um discurso revoltado e raivoso, defendendo a candidatura de Lula, dificilmente conseguirá manter todos os votos do ex-presidente. A transferência não será tão fácil, como o líder do PT imagina. Haddad sempre sofreu com a resistência de alguns petistas, dentro do próprio PT, e a história mostra que a transferência de voto não é automática, principalmente quando o candidato já é conhecido na política. Haddad também terá muito pouco tempo para se tornar conhecido no interior do país.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: