Sem contato

Fiel apoiador dos governos do PT, o Bradesco e sua cúpula, com destaque para Luiz Trabuco, receberam com preocupação o resultado da eleição presidencial. Sem o acesso privilegiado que sempre teve ao Palácio do Planalto, a instituição terá que trabalhar dobrado pois dificilmente será mantida a parceria com o Banco do Brasil, que passará a ser comandado por Paulo Guedes. Guedes é fundador de um dos maiores bancos de investimentos do Brasil e concorrente voraz da cidade de Deus. Sob seu comando, a expectativa é que Guedes transforme o Banco Brasil no maior concorrente do atual parceiro Bradesco.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: