Os réus decidem salários dos que vão julgá-los

O presidente Michel Temer tem até a próxima semana para vetar ou sancionar o abusivo aumento que o Senado aprovou para o STF. Réu em vários processos na Lava Jato, o presidente não tem como sair dessa tremenda armadilha. O caso é grave já que até mesmo no STF alguns ministros acreditam que o acerto feito com o presidente do Senado é extremamente prejudicial à imagem da suprema corte. Defendem o aumento Gilmar Mendes e Dias Toffoli. Marco Aurélio, que no início era favorável, agora já está contra. A reação popular é responsável pelo receio de alguns ministros que ainda zelam pela honra.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: