Escândalos no Sistema S levam o Governo a intervir

O Governo está empenhado em abrir a caixa preta do Sistema S, que recebeu em 2018 mais de dezessete bilhões de reais repassados pela receita de arrecadação de tributos. Pela ordem o que chama atenção são os números. O Sesc arrecadou mais de cinco bilhões, o Sebrae três bilhões e 300 milhões, o Senac dois bilhões e 800 milhões, o Sesi pouco mais de dois bilhões, o Senai um bilhão e quase 500 milhões, o Senar um bilhão, o Sest 530 milhões e Sescoop 372 milhões e o Senat 334 milhões de reais. Esses números são assustadores e o ministro da economia, Paulo Guedes, quer reduzí-los. Neste momento do país, em que todos os setores estão fazendo sacrifícios, é injustificável o Sistema S esbanjar gastos assustadores.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: