A dor de cabeça do presidente Bolsonaro

A clássica expressão “O pau que bate em Chico bate em Francisco” basicamente deve ser respeitada por todos, tanto por políticos quanto por administradores. Este era o assunto dominante ontem em Brasília diante da posição do senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da República. O funcionário do seu gabinete Fabrício Queiroz está sendo acusado com provas por companheiros que estão depondo sigilosamente ao Ministério Público Federal. Fonte deste blog adiantou que a internação de Queiroz no hospital Albert Einstein para uma cirurgia foi organizada por um poderoso casal de Brasília próximo ao clã dos Bolsonaro. Hoje há quem defenda que o senador peça uma licença, responda ao processo do Ministério Público Federal e depois, se for inocentado, volte ao cargo.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: