Paulo Preto vai enterrar o PSDB

Ele, pai, condenado a mais de 140 anos e uma das filhas condenada a mais de vinte anos de cadeia. A família não aceita e quer que o operador do PSDB faça delação premiada. Um novo fato aparece no processo, ele, Paulo, trabalhou no Palácio do Planalto no segundo governo do presidente Fernando Henrique, foi responsável por um dos programas chamado Avança Brasil. Com isso as coisas ficam mais difíceis. Paulo começou a operar quando estava na presidência, mas sua atuação marcante foi nos governos de Mário Covas e José Serra. Uma delação premiada dele enterra o que ainda resta do PSDB em nível nacional. Só vai sobrar o senador Tasso Jereissati do PSDB do Ceará.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: