Sem perdão II

Até mesmo os anjos da guarda que mantiveram Joseph Safra e Luiz Carlos Trabuco Cappi impunes na Zelotes até aqui estão com receio das mudanças cirúrgicas promovidas por Sergio Moro no Judiciário e em importantes órgãos de investigação e controle. No mercado financeiro, a expectativa é que a proteção milionária e quase divina prestada por um ex-sócio do atual Presidente do Supremo Tribunal Federal aos banqueiros dificilmente garantirá a mesma blindagem da era Temer no governo de Jair Bolsonaro. Já prevendo o pior, o Bradesco espertamente afastou Trabuco do comando do banco. No caso do Safra, continua a crença de que dinheiro resolve tudo, principalmente no Judiciário brasileiro. O veredicto da Zelotes dirá quem estava certo ou errado. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: