Fomento à roubalheira 

Na mais nova denúncia no âmbito da operação Greenfield, o Ministério Público Federal revela os detalhes do esquema que desviou mais de uma centena de milhões de reais dos fundos de pensão Petros e Postalis. Com o apoio do Banco Santander, que era o custodiante do fundo e responsável por verificar o lastro das transações, o Trendbank, instituição financeira comandada pelo polêmico empresário Adolpho Julio da Silva Mello Neto, captou mais de uma centena de milhões de reais junto a investidores para o seu fundo de investimento em direitos creditórios denominado Trendbank FIDC. Segundo o MPF, com a conivência do Santander, da Planner, administradora do fundo, e dos presidentes das fundações, Adolpho e seu time realizaram uma série de operações fictícias e fraudulentas para desviar os recursos do FIDC. Como resultado, todo o dinheiro investido no fundo pelas fundações virou pó e foi parar nas mãos de Adolpho e de seus parceiros. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: