Rebaixada

A maior vítima até agora do cancelamento da presença do Presidente Jair Bolsonaro ao evento promovido desde 1970 pela Câmara de Comércio Brasil-Estados Unidos é a cidade de Nova York. Sede da ONU e reconhecida pela diversidade e pluralidade, Nova York foi rebaixada por seu prefeito esquerdista e sandinista Bill de Blasio ao fechar as portas para a premiação de um presidente democraticamente eleito pelo povo brasileiro. Para analistas políticos ouvidos pelo blog, Blasio tenta com suas declarações polêmicas ganhar destaque na mídia americana ao antecipar parte do debate eleitoral do próximo ano. Organizadores de eventos de grandes bancos e instituições que acontecem na mesma semana da premiação já temem pelos reflexos negativos da postura de Blasio em um dos mais tradicionais eventos da comunidade financeira americo-brasileira.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: