Tolerância zero com a corrupção (II)

Na inquisição de Moro na CCJ destacou-se a lucidez do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) ao lembrar de dezenas de operações de combate à corrupção que foram sepultadas por “brechas jurídicas ou estratégias políticas junto a tribunais superiores” conduzidas por dispendiosas bancas de advogados. O senador pontuou que as narrativas de agora construídas pelos “feridos de morte” seguem o roteiro anterior e não escondem seu real propósito de abater a Lava Jato. Aqui reside a questão de ordem dos militares, não vão aceitar a impunidade de oligarquias que vinham assaltando com sucesso o estado de maneira sistêmica.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: