O outro lado do Leilão Pré-Sal

A primeira vista o leilão das áreas de exploração do pré-sal foi tratado como um fracasso, apenas a Petrobrás fez lance e arrematou dois dos quatro lotes ofertados. A tão esperada participação de empresas estrangeiras não ocorreu por incertezas técnicas no edital. Assim, a estatal brasileira garantiu a exploração das maiores áreas pagando o ágio mínimo, pois não houve concorrência. Imaginem as manchetes na imprensa vendida caso esses dois lotes tivessem como vencedoras alguma empresa estrangeira: “Bolsonaro entrega exploração do Pré-sal às multinacionais”. Fracasso que nada, o que ocorreu foi uma bela estratégia comercial.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: