O PGR da Bahia continua criticado em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro fez a maior perversidade contra o procurador-geral da República, o advogado baiano Augusto Aras. Antecipou que se ele ajudá-lo anulando o processo de Moro, vai ganhar a vaga de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. Das duas uma: ou Bolsonaro surtou, ou ninguém sabe o que vai acontecer.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: