Aras não terá nome aprovado no CN para o STF

O procurador-geral da República, o advogado baiano Augusto Aras, não terá seu nome aprovado pelo Congresso Nacional se for indicado pelo presidente Jair Bolsonaro, conforme ele próprio anunciou. Aras tem restrições também entre magistrados e integrantes dos Tribunais Superiores de Brasília. No Congresso, ele tem como lobista o ex-deputado federal pelo DEM de Brasília, Alberto Fraga, que há algum tempo luta para ser o ministro da segurança pública, já que comandava a bancada da bala na Câmara dos Deputados. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: