PF e MPF irritados com manobras de Aras para desestabilizar a Lava Jato

Em Brasília, a mais nova denúncia contra o procurador-geral da República, o advogado baiano Augusto Aras, é que ele voltou atrás de uma denúncia que ele mesmo tinha feito contra o deputado federal Arthur Lira, acusado de receber 1,6 milhão de reais da empreiteira Queiroz Galvão. Ele recorreu diante da candidatura de Lira à presidência da Câmara. Este episódio irritou a Polícia Federal, Receita Federal além do Ministério Público, já que ele continua dificultando as ações da Lava Jato.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: