Devo, não nego, pago quando puder

Como já informamos anteriormente aqui no blog, locatários de shoppings aumentam a pressão em cima dos aumentos de aluguéis em várias regiões do país. Atualmente, em 14 estados vigora a lei de fechamento total dos empreendimentos, e em 18 outros estados vigora o toque de recolher após determinado horário. Resultado: definitivamente, os lojistas  não estão conseguindo pagar os aluguéis, e principalmente com aumentos, pois as lojas estão no fecha-não-fecha. Na queda de braço que se arma, as grandes empresas como BR Malls, Aliansce Sonae e Iguatemi já informaram que não vão negociar valores, nem isentar aluguéis. Problemas graves, e todos têm razão. São os desdobramentos da pandemia pelo Brasil.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: