Farra do imposto sindical acabou, mas a contribuição empresarial continua destruindo o Brasil

Após idas e vindas, o governo federal acabou vetando trechos do Projeto de Lei de Conversão (PLV) 17/2020, proveniente da Medida Provisória (MP) 932/2020, que cortou pela metade a contribuição das empresas para manutenção do Sistema S, mantendo a redução da contribuição aos meses de abril, maio e junho de 2020. Como a redução foi pontual, o Sistema S manteve intacta a bilionária farra com o dinheiro público, estimada em R$ 20 bilhões de arrecadação das entidades patronais, cuja fiscalização é quase zero. Quem recolhe as contribuições é a Receita Federal, mas o dinheiro é repassado às entidades, não entrando nas estatísticas de arrecadação federal. Em 2019, o Sistema S arrecadou quase R$ 18 bilhões. Uma farra que precisa urgentemente ser cortada pela faca de Paulo Guedes, ou será que o Posto Ipiranga se curvou aos interesses nefastos da Turma S?

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: