Líder bolsonarista pode cair por insuflar motim da PM da Bahia

Tanto no Senado quanto na Câmara Federal a revolta é geral com a presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, a deputada federal Bia Kicis, e com o deputado federal Eduardo Bolsonaro, que tentaram promover um motim da Polícia Militar da Bahia depois que um soldado da PM foi morto após “surtar” e tentar matar companheiros da corporação. Os bolsonaristas não suportam a PM da Bahia depois que ela matou o miliciano e policial Adriano da Nóbrega, amigo da família Bolsonaro, no processo das rachadinhas. Imediatamente políticos estão pedindo que a deputada deixe a presidência da CCJ da Câmara, até porque não tem qualificação jurídica para o cargo e o mais grave: não tem postura política também.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: