Um grupo de militares deixa Bolsonaro

O mesmo grupo de militares do Exército que ajudou Bolsonaro no processo eleitoral a chegar à presidência da República anunciou, ontem, que não fica mais com ele no processo de reeleição. Os generais do Exército Carlos Alberto Santa Cruz e Maynard Santa Rosa, que lideraram o grupo que elegeu Bolsonaro, emitiram documento, ontem, em que afirmam que Bolsonaro e seu grupo se envolveram em corrupção e que não merecem mais a confiança deles. Chegam a dizer que o Brasil necessita de um nome que tenha respeito e honestidade e apontam o ex-ministro Sérgio Moro como credor dessas qualidades. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: