Acarajé com laranja I

Ainda podemos acreditar na Justiça baiana, apesar da tempestade denominada Operação Faroeste. Um acordo extrajudicial, feito no apagar das luzes do mandato do ex-prefeito Acm Neto, previa que a gestão do sucessor Bruno Reis pagasse R$ 20 milhões em indenização ao Consórcio Parques Urbanos, antigo responsável pela administração do Shopping Aeroclube, em parcela única e em um prazo de até 20 dias após a homologação, por ter a prefeitura de Salvador rescindindo unilateralmente o contrato de concessão. Além dos R$ 20 milhões, o acordo previa a compensação de quase R$ 8 milhões referentes a créditos tributários que o Consórcio devia ao município de Salvador. A juíza Amanda Palitot Jacobina, da 2ª Vara de Fazenda Pública, atendeu pedido do Ministério Público e anulou o acordo. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: