Ex-presidente da Braskem vai pagar mais de US$ 2 milhões para sair da prisão

Carlos Grubisich, ex-presidente da Braskem, vai pagar US$ 2,2 milhões à Justiça americana, mas continuará preso nos Estados Unidos. Ele confessou ter pago US$ 250 milhões nos processos e contratos da Petrobras, e foi preso quando desembarcava nos Estados Unidos para fazer turismo. Continua preso, mas fez um acordo para pagar a quantia a fim de reduzir a pena. O curioso é que nos Estados Unidos os condenados pela Lava Jato são mantidos presos, pagam altas somas apenas para redução de pena e continuam no xadrez.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: