Uma CPI sem credibilidade alavanca poderes absolutistas. (II)

O indicado por Renan Calheiros ao STF, Humberto Martins, se juntaria aos cinco ministros do STF, que como cordeiros são conduzidos por Gilmar Mendes, formando maioria na alta corte da justiça do Brasil, livrando o senador e assumindo o controle do STF. Nesse xadrez, Renan Calheiros sabe que vai conferir poderes absolutistas a Gilmar Mendes, e isso também já está negociado. Prenuncia-se um novo soberano, Gilmar Mendes, e seu vizir será Renan Calheiros. E os incautos da república de bananas preocupados com um golpe militar, surpresos vão assistir à consolidação do império da suprema justiça absolutista.

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: