João Roma estreia mal na imprensa nacional

O ministro da Cidadania, João Roma, está sendo acusado pela revista IstoÉ, que circula esta semana nacionalmente, de ter operado a compra de 64 semáforos inteligentes, 44 câmeras com reconhecimento de placas de carro, um drone, 20 luminárias dotadas de filmadoras e software produzido com inteligência artificial para colocar na Bahia. Os recursos teriam vindo da APDI, um órgão que não se presta contas, nem há licitação. Na operação, Roma teria sido favorecido em R$ 5 milhões. Péssima estreia nacional. 

Os comentários estão encerrados.

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: